Games With Gold confira os jogos disponíveis em Maio


E ai galera Microsoft já anuncio quais serão os jogos distribuídos no programa Games with Gold em Maio de 2016

Defense Grid 2Costume Quest 2 do XBOX One
Grid 2 e Peggle do XBOX 360 vale lembrar que estes dois jogos são retrocompativeis  portanto podem ser jogados no XBOX One.

Defense Grid 2 disponível do dia 01 à 31 de Maio
Costume
Quest 2 disponível do dia 16 à 15 de Junho
Grid 2 do dia 01 à 15 de Maio
Peggle
disponível do dia 16 à 31 de Maio

GameswithgoldMaio2016

Desenvolvedor da Microsoft diz foi extramente difícil trazer a retrocompatibilidade ao Xbox One


Retrocompatibilidade de jogos do XBOX 360 para XBOX One foi uma jogada certeira da Microsoft

Esse recurso, que será gratuito para todos os proprietários de XBOX One será lançado como uma atualização gratuita no final deste ano.

No entanto, não foi uma tarefa fácil desenvolver e tornar possível retrocompatibilidade de jogos do X360 no XOne.

Ashley da Microsoft explica que o recurso de retrocompatibilidade foi dos feedback mais solicitados pelos os usuários.

Ashley revelou que a “equipe de desenvolvimento trabalhou duro para trazer o recurso para os fãs.”

O desenvolvedor também confirmou que o recurso de compatibilidade com versões anteriores estava em desenvolvimento há bastante “tempo” e denominou-o como um “problema incrivelmente difícil” e que “as pessoas que trabalham neste projeto são o conjunto mais brilhante das mentes no qual já trabalhou”

Quando perguntado se era algo que a Microsoft havia planejado antes ou depois do lançamento do XOne, o desenvolvedor afirmou que foi planejado antes do lançamento do novo console. “Era algo que queríamos fazer desde o início, mas é incrivelmente difícil, mas a equipe nunca desistiu e finalmente encontrei uma maneira de fazer isso”,  afirmou Ashley para GamingBolt de Leonid Melikhov.

XBOX_One_XBOX360
Via Gamebolt

Sony anuncia Projetor Portátil compatível com PS4 [Gamescom 2015]


A Sony anunciou na Gamescom 2015 que irá lançar um Projetor portátil para o PS4.
Este dispositivo chegará em outubro com o preço de 350 dólares.


  • Prós
    Pequeno e de fácil portabilidade
    Streaming de vídeo para outros dispositivo através de Wi-Fi
  • Contras
    Por tratar-se de um dispositivo a Bateria possui baixa autonomia apenas duas horas de jogatina.
    Preço salgado
    Resolução abaixo do padrão 1080p

Abaixo as especificações de Hardware:

  • Tecnologia Laser
  • Modos Auto Focus e Free Focus
  • Pode projetar imagens de até 120 polegadas
  • Distância de 3,6 metros
  • Resolução 1920 x 720
  • Conexão HDMI/MHL
  • Bateria de 3000mAh que garante pelo menos duas horas de autonomia


    Abaixo as imagens do Projetor:




Em Chicago os usuários da Playstation Plus e XBOX Live Gold terão que pagar imposto


Era apenas uma questão de tempo para que em algum lugar do mundo os governantes decidissem por tributar os serviços digitais de entretenimento e as pessoas no seu dia-a-dia.
E infelizmente foi o que aconteceu na cidade norte-americana de Chicago, que após o dia 1 de julho passou a cobrar imposto de 9% sobre usuários dos serviços PlayStation Plus e o XBOX Live Gold.

Este imposto não se aplica somente em inscrições do serviços online da Microsoft e da Sony, mas também todos os serviços de streaming de vídeo ou música também devem ser taxados em 9%.

Como podem imaginar este “imposto sobre entretenimento” não está restringido apenas aos serviços em consoles, mas também os serviços Spotify, Netflix, Hulu, Gamefly, Google Play, HBO Go, Amazon Prime, entre outros.

Apesar disto não nos afetar diretamente, pode ocorrer que em outras cidades norte-americanas, ou países, comecem a adotar a mesma medida ou algo semelhante.

Alguém ai quer mais imposto ???

PS4 Conferência comentada em português


Olá amigos(as) do Blog do Daru segue a conferencia de lançamento do Playstation 4 comentada por mim e por alguns convidados
Kaizen, Jorgetmc e Drumbass.
PS4 Conferência comentada em português

Sonic Adventure 2 HD – Gameplay


Sonic_Adventure_2_Battle

Finalmente relançamento do clássico jogo do Dreamcast que recentemente completou 14 anos de seu lançamento, o jogo agora está disponível para XBOX 360, Playstation 3 e PC.
Eu verifiquei na Steam o jogo está custando hoje R$ 14,99 e a DLC Sonic Adventure 2 Battle pode ser adquirida por mais R$ 4,99. não sei o preço na XBOX Live e na PSN mas podem verificar por lá já está disponível.

Eu fiz uma GAMEPLAY da versão PC que vocês podem conferir no vídeo abaixo não esqueça de se inscrever no novo canal http://youtube.com/blogdodaru

Está Gameplay joguei a primeira fase e matei um BOSS/Chefe e ainda estou mostrando o Chaos World reformulado notei muitas novidades nesta versão que vai agradar os novos e velhos gamers que gostam de Sonic.

SA2_HD

 

Veja Também NullDC Emulador de Dreamcast mais Gameplay de Sonic Adventure 2

Próximos consoles serão os últimos, diz Nvidia



Nvidia: Jogos na nuvem acabarão com os consoles

São Paulo – A próxima geração de consoles será a última. Essa é a opinião do gerente geral da divisão de jogos na nuvem da Nvidia, Phil Eisler.

Para o executivo, a tecnologia de jogos na nuvem tende a arrasar os consoles nos próximos anos. "Eles dizem que essa será a última geração de consoles e eu acredito bastante nisso", disse Eisler ao VentureBeat. "O último fabricado já tem quase 10 anos em termos de tecnologia."

Na visão de Eisler, não somente os consoles estão ficando para trás, como a tecnologia de jogos na nuvem está crescendo sem parar. "O bom dos jogos na nuvem é que essa tecnologia melhora a cada dia. A conexão está melhor, os custos de servidores estão diminuindo e esse tipo de experiência será otimizada a cada ano até o ponto em que essa se tornará a forma predominante de jogar", concluiu Eisler.

A próxima geração de consoles será inaugurada com a chegada do novo console da Nintendo. A empresa japonesa já tem data de lançamento para o seu Wii U e muitos rumores indicam que a Sony e a Microsoft lançarão respectivamente PlayStation 4 e Xbox 720 ainda no ano que vem.

Fonte: Info

Planos da Valve para um hardware próprio são bem reais: a busca por um controle


Uma breve entrevista com Jeri Ellsworth da Valve ao Engadget dá algumas pistas do que a Valve prepara no ramo de hardwae. Ainda não há nada concreto sobre um possível console, o já famigerado rumor do "Steam Box", mas a Valve quer uma experiência de jogos que vá além dos PCs.

steam_hardware

Como projeto para o próximo ano na equipe da Jeri Ellsworth está a criação de um controle para os jogos, um controle que facilite usar os jogos do Steam sem teclado nem mouse. Ainterface Big Picture é o início disso: em beta, o recurso oferece uma tela simplificada, com itens grandes e um teclado virtual bem diferente.

O acesso por meio de controles de games fica bem mais prático com o Big Picture. Só que diversos jogos presentes no Steam não funcionam tão bem com esses controles, exigindo o uso de várias ações esperadas por um teclado e mouse.

Não há detalhes e o papo com a Jeri foi bem rápido, mas a ligação da Valve com hardware está se consolidando. De meros boatos agora temos maior interesse em busca de pessoal ligado a hardware, a interface Big Picture que já pode ser utilizada no estado em que se encontra e os planos para um controle próprio comentado na entrevista.

Em algum momento a Valve deverá lançar um beta. Protótipos iniciais fazem parte de testes constantes com os funcionários, mas além de não serem divulgados, eles ainda estão bem distantes do projeto final.

Confira o texto no Engadget (em inglês).
VIa Hardware

Rumores sobre o console da Valve ganham mais força


Não é de hoje que boatos e mais boatos são soltos sobre a Valve. Há um bom tempo algumas vagas de emprego relacionadas a Linux abriram espaço para especulações de que o Steam teria versão para o pinguim. O anúncio oficial só veio aparecer em julho deste ano, sendo uma das coisas mais animadas para o Linux no desktop. Um boato de vários meses (ou anos!) era relamente verdade, apesar do descrédito de muitos.

Mas será que a Valve estaria disposta mesmo a investir um bom tempo e dinheiro numa plataforma aparentemente incerta, com cerca de 1% ou 2% de participação do mercado de desktops, como costumam divulgar? Muitos acham que não, e que há planos maiores por trás da ida dela para o Linux.

Em 2012 os boatos de um console da Valve foram intensificados, surgindo aí o conceito do aparelho apelidado de “Steam Box”. E agora… A Valve está procurando profissionais para lidar com hardware!

Os boatos de um Steam para Linux começaram a ter fôlego com vagas de emprego relacionadas a Linux, divulgadas publicamente nas páginas da Valve. O Steam e jogos dela para Linux são reais (ainda não foram lançados mas são oficiais; é só questão de mais alguns meses). Será que desta vez esta pista também indica o futuro real da empresa? Toda a divulgação pública começou com uma vaga de emprego no site dela…

Agora há vagas para profissionais de hardware, especialmente um designer industrial para trabalhar junto com os engenheiros da empresa.

O anúncio comenta que a Valve é uma empresa tradicional de software, e que plataformas abertas como o PC e o Mac são importantes para a empresa. Só que ao mesmo tempo estão frustados com a falta de inovações no hardware dos computadores, então querem ir além.

A Valve já havia se mostrado frustada com o Windows 8. Num futuro não muito distante a vida do Steam nos PCs com Windows e Mac poderá ser dura, já que há uma grande tendência de que os jogos sejam vendidos pelas respectivas “app stores” oficiais de cada plataforma (bem, atualmente a do Windows 8 não venderá apps tradicionais, mas quem sabe amanhã…).

Não há maiores detalhes sobre os planos, mas a vaga esta lá (clique em Industrial Designer).

Uma outra coisa que sustenta esse boato é uma patente dela sobre um controle de jogos. Se ela fosse ficar para sempre apenas no ramo digital, não faria muito sentido investir numa patente de hardware…

No blog da empresa dedicado a Linux permanece o último post do começo de agosto na capa, que destacou o desempenho do Left 4 Dead 2 no Linux e até mesmo no Windows rodando com OpenGL em vez de Direct3D.

Via: Hardware.com.br

The Legend of Zelda pode chegar ao Wii U em 2014 e ganha dezenas de informações


Depois de deixar todo mundo ansioso ao mostrar uma demonstração técnica de The Legend of Zelda para Wii U, a Nintendo pode estar realmente trabalhando em um novo game da série. De acordo com uma fonte ligada ao site Wii U Daily, a “Big N” planeja trazer Link e companhia ao seu novo console já em 2014. Contudo, reforçamos que essas informações não são oficiais, mas podem indicar o futuro da franquia.

Segundo ele, trata-se do maior projeto da empresa até agora, envolvendo nada menos do que uma equipe de produção com mais de 100 pessoas. O projeto, ainda sem nome, está sendo liderado por Eiji Aonuma é considerado um dos mais caros da desenvolvedora, pois envolve quatro anos de pesquisa em um novo motor gráfico e tecnologia para levar a série ao Wii U da melhor maneira possível.

A Nintendo estaria tão confiante neste novo The Legend of Zelda que a ideia era lançá-lo no terceiro trimestre de 2013 para fortalecer seu sistema diante da chegada dos novos consoles da Sony e Microsoft. Contudo, a produtora preferiu adiá-lo para 2014 com medo de que o desenvolvimento não estivesse pronto na data estipulada.

Mas como será o jogo?

De acordo com a fonte do Wii U Daily, a entrada de Link e Zelda na nova geração manteria o estilo visual de Skyward Sword, uma vez que a Nintendo considerou aquela abordagem mais colorida e menos sombria muito mais abrangente, atingindo tanto os fãs da série quanto os jogadores casuais. Por outro lado, o jogo seria ainda mais grandioso do que todos os seus antecessores.

Prova disso é que, mesmo com a mesma quantidade de dungeons, o jogo consegue ser ainda maior. Elas serão muito mais variadas e maiores, tanto que algumas precisaram ser divididas em até três áreas e exigindo horas para serem finalizadas. Além disso, o contato alegou que o game trará missões paralelas e mini games, mas isso ainda está sendo planejado.

Img_normalEstilo visual será semelhante ao de Skyward Sword

Porém, nada foi dito sobre a trama ou em que ponto da cronologia ele será inserido. Em compensação, a fonte afirma que temos um Link crescido e muito parecido com o herói de Skyward Sword — embora mais detalhado — o que pode ser uma grande dica. Já para os apaixonados pela trilha sonora, o título pode ganhar novas melodias orquestradas, totalizando horas de conteúdo inédito.

Mas e a jogabilidade?

Mas o que todos queremos saber é como tudo isso funcionará. Pois essa suposta fonte detalhou um pouco daquilo que The Legend of Zelda trará na próxima geração, descrevendo uma das dungeons. Segundo ele, trata-se de uma enorme floresta feira ainda nos protótipos iniciais do Wii U e que, mesmo com todos os problemas de hardware, o local conseguia ser muito maior do que os campos de Hyrule em Ocarina of the Time.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wii U Daily)

O local seria totalmente escuro e repleto de árvores, que criariam um efeito interessante de folhagem. Além disso, ele afirma que o jogador deve usar o ControlPad para se localizar nessa imensidão verde, além de evitar armadilhas e encontrar pistas que o ajudem a avançar — algo bem próximo do que a própria Nintendo havia demonstrado na E3 2011.

E por falar no novo controle, seus recursos serão fundamentais no game, pois o título foi totalmente desenvolvido a partir de suas funcionalidades — tanto que uma das novidades do ControlPad só existe por sugestão da equipe de produção do novo Zelda. Ainda que nada tenha sido especificado sobre seu funcionamento, a fonte afirma que o revolucionário joystick será usado com todo o seu potencial em diversos momentos e que cada uma das dungeons vai explorar uma característica, deixando a jogabilidade extremamente variada e inovadora, de modo que nenhum outro console poderia simular.

Para finalizar

Já para quem estava preocupado com o visual, o informante do site Wii U Daily tranquiliza a todos ao dizer que o próximo The Legend of Zelda vai ser um verdadeiro espetáculo visual. Isso porque, como mencionado anteriormente, ele traz o estilo visual de Skyward Sword, mas muito mais detalhado em com resolução Full HD, o que deixa tudo ainda mais bonito.

Além disso, ele afirma que a demonstração técnica exibida em 2011 nada mais era do que um teste e não condiz com o que está sendo de verdade. Segundo ele, aquilo foi feito por outra equipe a partir de um motor gráfico antigo e que o novo game utiliza algo mais atualizado, o que significa um desempenho muito melhor. Esse informante descreve o jogo como algo tão grandioso que só se tornará possível graças aos 25 GB de armazenamento oferecido pelo Blu-Ray.

Por fim, ele explicou que The Legend of Zelda para Wii U não trará nenhum modo multiplayer, embora conte com algumas funcionalidades online. Você poderá enviar dicas para outros jogadores por meio do Miiverse, ajudando-os a vencer algum quebra-cabeça e a passar dos labirintos.

Contudo, vale lembrar que todas as informações não são oficiais e que a Nintendo não liberou nenhuma informação sobre o game até o momento. Porém, se esses detalhes se confirmarem, certamente teremos uma das melhores aventuras feitas até agora. Falta muito para 2014?

Fonte: Wii U Daily
Via Baixaki Jogos